"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

quarta-feira, fevereiro 01, 2017

Não nos continuem a enganar!


Espanto e choque. O que fazer face a Trump.
Não se iludam: Trump está a explorar a cegueira de quem o critica sem compreender as inseguranças que levaram tantos americanos a elegê-lo. O nativismo não se combate com um cosmopolitismo histriónico.
Observador 01/02/2017


No meio dos eventuais "perigos" propalados por uma media (imprensa, rádio, tv, jornais, etc) doentia, assustada e imbecilizada pelo pavor às mudanças, temos de admitir que Trump tem algum mérito, goste-se ou não dele; não é hipócrita, nem deixa de dizer aquilo que sente e acima de tudo actua, algo a que não estávamos habituados.

Ser-se assim, nos cinzentos dias de hoje, é quase considerado crime pela maldita teoria do politicamente correcto, algo que nos tem, como Sociedade, transformado em zumbies acefalados e manipulados.

É bom que comecemos a pensar em contar com este senhor no cenário político internacional, caso contrário quando for necessário tomar qualquer atitude em defesa dos nossos interesses Comunitários, passamos ao lado da História e eles não.

A Europa, quer se queira ou não, está a deixar aos poucos e por culpa própria, de representar um marco, um exemplo de cidadania e prosperidade económica.

Não queiramos, com atitudes de betinhos birrentos, transformá-la num lugar onde "todos os males" vegetem sob o manto cada vez mais incomportável e maior dos subsídios Estatais ou que nos imponham (qualquer dia pela força) sistemas de vida que nos façam esquecer o que fomos e como aqui chegámos.