"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

sábado, setembro 05, 2015

A dor de Portugal

Dói-me Portugal
Não é este o meu Portugal. Não lhes tenho respeito. Uns fazem por si, outros fazem pelos outros.
Público 05/09/2015


Creio bem que nos aproximamos a "passos" largos de um Portugal mais sinistro, cinzento, servil, intolerante, trauliteiro e profundamente ignorante.

Não estarei muitas vezes de acordo com o que este senhor diz ou escreve, mas tenho de admitir que na generalidade (para não dizer sempre, tal a estupidez militante dos seus oponentes) ele vê, lê, diz e sente mais a dormir que a maioria dos girinos acéfalos que por aí andam enfolados, a convencer o pagode que isto é um País bestial.

Excelente este texto de José Pacheco Pereira.

Sem comentários: