"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

sábado, abril 12, 2014

Yuri o Ucraniano.



Com o devido respeito transcrevo uma carta de Yuri, um qualquer Ucraniano do leste daquele País que conheci em Portugal num trabalho efectuado na empresa onde trabalhei.
Ficamos amigos, visitou-me duas vezes em Lisboa e encontra-mo-nos igualmente duas vezes em fora de Portugal (Roma e Tunes)!

Serve para aqueles que ainda pensam viver no mundo das ilusões e gostam igualmente de viver no seio da mentira!
Podem continuar à vontade porque cada vez há mais que se estão a afastar desses princípios que há décadas nos atrofiam.

Sou da Ucrânia de Leste e não quero fazer parte da União Europeia.
Estive a trabalhar durante alguns anos em Portugal e depois fui para Inglaterra trabalhar, pensava que no Ocidente não havia corrupção, que os políticos eram todos sérios e não enriqueciam com a politica, achava que não existiam Máfias e que a liberdade era plena e verdadeira, nos anos que estiva a trabalhar no Ocidente verifiquei que tudo aquilo que existe de mau na Ucrânia e na Rússia existe também em grande escala no Ocidente, vi até coisas escandalosas que jamais aconteceriam na Rússia ou na Ucrânia.
Provei um pouco da " liberdade " do Ocidente e comparando as coisas prefiro viver com a minha família na "liberdade" Russa.
Yuri

Sem comentários: