"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

quarta-feira, março 12, 2014

As "informações" da Crimeia

Crimeia declara independência e prepara referendo de “sim” ou “sim”.
As duas perguntas do referendo encaminham o futuro da região na direcção de Moscovo. EUA iniciaram manobras militares com aliados da Europa de Leste.
Público 12/03/2014


É evidente que nenhum jornal português tem capacidade de informar, sem recorrer às centrais internacionais sobre a realidade daquilo que se está a passar na Ucrânia.

Nem o Público, ou qualquer outro orgão de informação deste triste País que nós somos, tem qualquer acesso à Verdade, mesmo considerando o envio de um "jornalista" para o meio de Kiev, pois a este não lhe é concedida qualquer hipótese de avaliação equilibrada.
Daí as vergonhosas crónicas que são recebidas do lado de cá. Os ultimos artigos do Público são disso exemplo.

A limitação à Liberdade de Imprensa na Ucrânia, País agora tão caninamente seguidor desta UE, USA e NATO que nos tem desgraçado ao longo de tanto tempo, é "escondida" vergonhosamente por um conjunto de gente canalha cuja visão rosa sobre os terroristas, fascistas e crápulas, hoje heróis pró Ocidentais, governam ilegalmente a Ucrânia.

Claro que existe uma ou mais saídas para que se analise este particular facto; uma leitura sobre a imprensa que não alinha com o Ocidente fará obrigatoriamente sentido, desde que, de acordo com a nossa sensibilidade e conhecimento das realidades, se saiba encontrar o ponto médio.

Uma atitude destas já nos garante alinhar com a nossa consciência e ir bastante além das aldrabices e pontos de vista retorcidos que diariamente nos tentam impor, seja na Ucrânia, na Síria ou em qualquer local onde a imposição das "legalidades Ocidentais" se fazem pela porrada; primeiro invade-se, bombardeia-se, mata-se e depois finge-se que se trata do doente, provocando-lhe uma morte longa e dolorosa - veja-se o Iraque!

Não nos venham portanto do lado de cá com a treta de evidenciar qualquer falta de liberdade de imprensa numa RT (como o ultimo artigo do Público quer dar a entender), numa PressTV ou numa China Daily, só para dar estes exemplos mais poderosos!
Os males que muita daquela imprensa anti ocidental sofrem, provêm do lado Ocidental. Ponto final.
Resumindo; então não há moral para os difamar.

Assim as diferenças entre ambos, garanto-vos, são mínimas!
A escolha está em nós e Eu há muito que fiz essa escolha.
Aldrabarem-me, jamais!

US war games in Black Sea 'speak in clear voice' to Russia: White House
White House press secretary Jay Carney says US military exercises with Romanian and Bulgarian warships in the Black Sea "speak in a clear voice" to Russia.
PressTV 12/03/2014



Crimea declares independence, report claims
Crimea's parliament has adopted a declaration of independence from Ukraine ahead of a March 16 referendum,
Chinadaily 12/03/2014


US to violate own laws by financially aiding Ukraine’s coup-installed govt – Moscow
Washington’s decision to provide financial aid to the coup-appointed government of Ukraine goes against the US laws, Russia’s Foreign Ministry said, urging American politicians to think about the consequences of supporting the radicals in Kiev.
RT 12/03/2014

Sem comentários: