"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

terça-feira, dezembro 24, 2013

Sofia Lorena e os terroristas da Al Ghaëda!

O médico Abbas morreu numa prisão na Síria quando a família preparava o seu regresso a Londres.
Quando a mãe finalmente o encontrou, Abbas pesava 32 quilos e não podia andar. Passou 13 meses preso em Damasco.
Público 24/12/2013



Sofia Lorena, denominada de "jornalista" do Público, continua a seu vergonhoso e tendencioso caminho de apoio ao terrorismo que chacina e estripa como gado os Sírios cujo crime foi o terem o bom senso de apoiar Bashar al-Assad.
PressTV (the voice of the voiceless) 24/12/2013



Quanto lhe devem pagar para que na segurança de uma cidade fronteiriça da Turquia, sentada numa qualquer explanada tomando um café turco, defronte do I Pad escrever artigos completamente anacrónicos e sem veracidade ou skypando para a redacção do jornal Público, aliando-se à escumalha mercenária estrangeira (europeia e árabe) que destrói a Síria, constituída por uma população islâmica, cristã, judia, zoroastristas, ateia ou o que forem?

Caberá naquela cabeça pouco diligente o que a Síria foi e pode representar num futuro para aquela zona do globo se não cair nas mãos da escumalha que ela apoia?

Saberá ela o que tem representado a Síria culturalmente para o Mundo e aquilo que seguramente se perderá num futuro se essa mesma escumalha que Sofia Lorena apoia, tomar o poder naquelas paragens?

Seguramente que não sabe ou então terã proveitos com o facto de os apoiar!

Sem comentários: