"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

sábado, setembro 01, 2012

Para o bem da minha querida África


Comissão eleitoral anuncia resultados preliminares
José Eduardo dos Santos reeleito Presidente de Angola
O partido do Presidente angolano José Eduardo dos Santos, o MLPA, venceu sem surpresas as eleições em Angola, segundo os primeiros dados preliminares anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral.
01.09.2012 - Por PÚBLICO


Bem sei que a alguns custa Eduardo dos Santos ganhar mais uma vez as eleições, num acto que jamais foi contestado, a não ser pelos mal falantes do costume, de sabor azedo e requentado, de sentimento colonialista pré histórico e de maldade mesquinha e bem lusitaninha.

Conheço e amo Angola como se fosse a minha terra.
Vivi e sofri naquele País de eleição e queiram ou não os girinos da desgraça dizer o contrário, só espero que o MPLA e sempre que possível Edu se mantenham pelo tempo necessário que Angola assim o quiser.

Trabalhei, trabalho e trabalharei para os angolanos, sempre que me quiserme por lá.

Conheço desde os anos setenta aquela terra melhor do que muitos papagaios que verborreiam à boca cheia nos famigerados jornais e Tv´s da nossa abominável, histórica e latente estupides, e que ou nunca foram lá ou não devem sair dos Hotéis de Luanda, Benguela ou Lobito.

Com base nisto custa-me ler alguns "comentários" e "pontos de vista" de autenticos autistas e maldosos neo colonialista que sem saberem o que dizem e escrevem, contestam a clarividencia das eleições em Angola.

Não são capazes de olhar para o umbigo podre de corrupção que se lhes corroi as entranhas, com casos BPN, BPP, SCUTS, Motas Engis, Loureiros, quejandos e tantos outros facínoras da nossa desgraçada situação, mas têm a lata de falar mal de um País que após quarenta anos de guerra, volto a repetir para os surdos de ideias, quarenta anos de guerra, tentam levantar a cabeça, ainda por cima investindo no seio onde existe o extrume que fala diariamente mal deles.

É demais, é revoltante não pela contestação que possa existir pelo simples facto de Edu estar há tempo demais, mas porque se sente, se lê a olho nu, tresanda a léguas nas entre linhas e debaixo dos lençois mal cheirosos que existe uma maldade latente contra Angola.

Pois engulam-na até ao fim; o MPLA venceu mais uma vez, para bem de Angola.
Para bem da minha querida África.

Sem comentários: