"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

terça-feira, setembro 08, 2009

'Quo vadis', Irán?

'Quo vadis', Irán?
TRIBUNA: JOSCHKA FISCHER
El País de 8 de Setembro de 2009

Talvez seja das poucas análises sobre a República Islâmica do Irão que eu concorde quase em absoluto.



Claro que o analista (claro que só no El País) não é seguramente um copista que se senta à secretária do open space de uma qualquer "agência" da comunicação social Portuguesa e através de telefone, fax, email ou twiter, "adquire" informação e "past" para o jornal diário em que trabalha (na maior parte das vezes a contracto, recibo verde, ordenado mínimo nacional), garantindo os chorudos cachets aos auto denominados directores, cuja papel, salvo raras excepções, será de envenenar através dos seus (deles) artigos de opinião do jornal ou das pacóvias estações de TV, os mais que alienados expectadores/leitores/ouvintes lusitanos.

Para quem quer saber algo de um País que bem conheço mas tão mal tratado tem sido internacionalmente, vale a pena ler este comentário do El País e isto antes que uma "jornalista" do Público faça aquilo que acima exemplifiquei.

Sem comentários: