"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

terça-feira, agosto 18, 2009

Cientistas lusos.

Cientistas portugueses descobrem mecanismo de protecção natural contra formas graves da malária
Todos os anos, o parasita da malária infecta 200 a 500 milhões de pessoas no mundo e mata um a dois milhões.

Público online de 18 de Agosto de 2009

Só a ultima frase que nos fala da morte de um a dois milhões de pessoas no mundo devido à malária arrepia!

No entanto, procura-se alienar o povinho, com a gripe H1A1 ????
Alienação pura e simples!

Imagine-se o que a industria farmaceutica tem ganho com a venda de produtos eventualmente e virtualmente inibidores de uma gripe igual a todas as outras que anualmente e em toda a parte do mundo nos incomodam.

Claro que isto acontece no hemisfério Norte onde o poder de compra das pessoas é indubitavelmente superior ao africano.
Aqui a venda de produtos anti malária não faz sentido dado toda aquela população precisar em primeiro lugar de dinheiro para.....comer!

E como não têm dinheiro para comprar medicamento, a industria farmaceutica "vira-se" de armas e bagagens para onde são lícitos e apetitosos os chorudos "incomes"! Norte América, Europa, Ásia (alguma) e Sul América (aqui admira-me).

É esta a realidade de que se vive hoje em dia; a virtual!

Pelo menos a notícia acima referida (ver link) contenta-me e dá-me felicidade saber que no meu sonolento País existem pessoas formidáveis, espectaculares.
Infelizmente muito poucas, mas felizmente boas, muito boas. Já é alguma coisa!

Sem comentários: