"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

domingo, janeiro 25, 2009

Acabar com "eles"

La excepción británica se acaba
El Reino Unido asiste atónito al desplome de su economía, su sistema financiero y su moneda

"En estos momentos no se me ocurre una política más popular que fusilar a los banqueros y nacionalizar los bancos. Puede incluso permitirle a Brown ganar unas elecciones. Bien pensado, hasta podría sacarnos a todos de este follón".

Philip Stephens, uno de los analistas políticos más prestigiosos -y moderados- del Financial Times.
(In El Pais de Janeiro 25, 2009)

É que Philip Stephens não é nenhum político esquerdista revolucionário ou "terrorista populista", como agora, à falta de melhor e de vergonha na cara, se costuma acusar quem conteste a maldita política capitalista que nos está a lixar a vida!
Este senhor não é mais nem menos do que um dos analistas políticos mais prestigiados do FT do País de Sua Majestade!
Afinal de contas aquilo que, neste momento, a maioria de todos nós tem vontade de fazer, não será assim tão diferente, tão despropositado, tão anormal, tão desumano do que afirma o analista político do FT!
Seria uma questão de retribuir com juros, o mal que nos andaram (e andam) a fazer!

Sem comentários: