"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

quinta-feira, dezembro 31, 2009

Razões deste amor.



Amo o Irão.
Porquê? Porque o conheço.
Porque conheço a doçura de sua gente.
Porque me encanta e fascina a sua História mais do que a de qualquer outra nação.
Porque lá, aprendi a ler e a falar a sua língua, o farsi, que me deu e dá o privilégio de contactar ou entender, sem rodeios nem segundas intenções, os iranianos e iranianas, sejam eles de Tehran, Shiraz, Isphahan ou de Mashad.

Porque me magoa profundamente as clivagens e agressões criadas entre as suas gentes. Ontem eram centenas ou milhares de pessoas a apoiar a oposição.
Hoje são outros tantos a apoiar um governo eleito com toda a legitimidade.

Sinto e sei que um veneno mortal se está a espalhar entre este doce povo e sei perfeitamente de onde vem esse veneno: vem do Ocidente!
Aliás, sempre assim foi.


Quando se ama algo ou alguem só lhes vemos virtudes, embora saiba que existam defeitos, tal como nos outros países do Mundo.
Se por exemplo visitarmos Angola, Moçambique, Brasil ou Espanha, é seguro que eles têm uma versão sobre Portugal diferente da nossa.
Ou até que nem nos dêem qualquer valor, dado o nosso tamanho e o nosso latente e vergonhoso atraso económico e cultural.
Basta perguntar-lhes e veremos que é assim.



Acreditem que a fotografia apresentada pelos malditos jornais e TV´s nos oferecem do Irão, tem um erro de quase 100%.
Tal como os políticos, os "jornalistas e comentadores" falseiam tudo de modo ignorante, vil, maldoso, manhoso, perigoso e mesquinho.

O povo Iraniano é de um carácter muito hospitaleiro, nobre, culto e sereno.
De todos os países Muçulmanos é o mais avançando em todos os sentidos (ao nível do ensino e no campo tecnologico muitíssimo mais evoluído que Portugal).


É por essa razão que não suporto e odeio as “bocas” e mentiras dos políticos e midia precisamente contra o aluno mais adiantado e bem comportado da classe.

Ao menos tenham a coragem de dizer a verdade; que querem o Irão por ser um dos países mais ricos do mundo em petróleo, gás natural, diferentes minerais e inesgotáveis fontes de energia.

Querem bombardear uma nação de gente boa, simplesmente por maldade, inveja, avareza e desfaçatez, sentimentos tão típicos e vulgarizados nas sociedades Ocidentais.


E mesmo assim, por estranho que pareça, os Iranianos amam a Europa e os EU.
Curioso para que se veja e se compreenda o carácter desta sociedade.

quarta-feira, dezembro 30, 2009

Something about Iran



Many things that explain why Iran today is crossing troubling and rushing times!
Who is the historical guilty? Only one: Occident.
Where is the core of this guiltiness: England and USA.
Doubts? Only if you are completely stupid or blind of ideas!
Take a look and open your mind if you wanna see clear.

Grunho Lusitano



Mau tempo
Autarca de Peso da Régua lamenta "erro clamoroso" na previsão de cheias

O alerta dava conta de cheias na avenida principal de Peso da Régua e muitos comerciantes despejaram os seus estabelecimentos. Mas a previsão acabou por não se concretizar, constata o presidente da câmara, Nuno Gonçalves, considerando ter havido “um erro clamoroso”.
Público online de 30/12/2009

Esta é de se lhe tirar o chapeu e não lembra ao macaco!
"Erro clamoroso" disse a eminência atávica e atrofiada!
E porquê?

Não foram garantidos os cuidados mais elementares de segurança mesmo considerando algum excesso de zelo?
Não será de louvar o cuidado das autoridades do Centro de Prevenção?
Estamos a tratar de pessoas ou estamos a querer salvaguardar o negócio das barracas?
Se desse par o torto o que fariam? Iriam culpar o Sócrates (vitima costumeira das nossas deficiencias)?

Com grunhos assim define-se bem a qualidade dos autarcas deste País!
Depois não querem que se fale mal deles!

terça-feira, dezembro 29, 2009

"Les ennemis de Dieu"


Les manifestations antigouvernementales en Iran dimanche ont fait au moins huit morts et des centaines d'arrestations
in France 2 de 29/12/2009

Les dirigeants de l'opposition, "ennemis de Dieu"
Afirmação do porta voz governamental do Öqhoye Ahmadye perante a situação perigosa que se vive nas principais cidades Iranianas.

Perante a contestação cada vez maior e mais aguerrida de uma oposição que não quer dar tréguas e que nada tem a perder, resta saber se por ventura já não estaremos numa pré fase da queda de um sistema, resultante de uma revolução que tudo prometeu e como sempre só a alguns, muito poucos, beneficiou!

E tudo já começa mal quando essa mesma contestação passa das grandes boulevards da capital e da sua principal Universidade, para entrar no Grande Bazar (Bazar Bozorg) de Tehran.
Tem sido aqui que se originam as grandes transformações/revoluções desta Nação impar.

Como é costume, as contestações por parte de alguns países Ocidentais (os habituais e costumeiros) cuja provocação e interferencia na vida interna dos outros, é assumida como atitude normal, já se faz sentir e vai continuar pelos tempos que durar esta pré contestação.

Que não passe disse seria o desejável, mas não me convenço das boas vontades ocidentais.
Aliás, nunca me convenci e nunca acreditei.
E realmente não me tenho enganado!

domingo, dezembro 27, 2009

A insanidade regressa



Após reunião com a tutela
Fenprof admite não assinar acordo com Ministério e regressar à contestação

23.12.2009 - 18:57 Por Lusa

Público online de 27/12/2009

Começa o taran-tan-tan da treta!
Se há neste País quem goste de viver num constante ambiente carnavalesco, típico de um tempo passado que está na base de todo o nosso subdesenvolvimento cultural, não restam dúvidas que esses são os oganismos de "classe" dos professores!

Um dia virá que este estado latente de insanidade sindical tem de parar e das duas uma; ou se corre de imediato com esta demencia chamada de Mário Nogueira ou ainda alguem se magoa.

sexta-feira, dezembro 25, 2009

Forever young



How I would, how I wanted!
It´s hard and sad when you look back to the road life, you remember, you feel the passed fresh and collowred breeze and you project your present picture in front of a mirror
Never say all ages are beautiful.
Inside yourself you know that it is not true!

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Chegará a hora deles??

Responsáveis israelitas não viajarão para o Reino Unido enquanto Londres não limitar poder dos tribunais
Israel reage a mandado de captura contra Tzipi Livni
Publico online de 16/12/2009


Engraçado como agora haja quem conteste o facto de processar a ex PM de Israel por crimes de guerra.
Dois pesos, duas medidas.

Os "maus", sujeitos a todos os infames epítetos jornalísticos e não só, são sempre os que morrem aos milhares, dentro de suas casas, escolas, hospitais, fábricas, etc (não me venham com a treta do escudo humano que isso é para jornalista estagiário).

Os "bons" são os que morrem por atacarem com todo o tipo de material sofisticado um território que nunca foi não é nem será deles.
Assim, com a força bruta, assassina e superiormente sofisticada, todos somos valentes e ainda mais quando sabemos ter no nosso orçamento anual proveniente do Tio Sam, uma verba que nos garante todo o tipo de anormalidades típicas de quem faz do terror o seu modo de vida.

E é assim que vejo aquele conflito porque o conheço bem.

terça-feira, dezembro 15, 2009

A vingança sustentada dos deserdados

Ban Ki-moon diz que tempo se está a esgotar em Copenhaga

Não faz sentido nenhum que países como a Rússia, a China, a India e o Brasil limitem o seu crescimento económico em benefício dos auto denominados Países desenvolvidos.
Nenhum deles.
Estou completamente de acordo e ponto final.

Se existe poluição ambiental, esta não foi "criada" na sua totalidade por estes países.
É sim o resultado de quase dois séculos de asneiras e explorações dos que se auto denominaram senhores do Mundo.

Felizmente que tudo muda na vida e quer se queira ou não é a vez de outros criarem as bases para mais cedo ou mais tarde, virem a ser o centro económico do Planeta.

Talvez com mais cuidados inclusive dos que até aqui foram feitos.

Aprenderam bem a lição, principalmente os maus hábitos do "Ocidente".
E pelos vistos, por aquilo que me apercebo da Cimeira de Copenhague, não os querem repetir, porque não querem ser comidos por "lorpas".

Chegou a vez dos deserdados da História da Humanidade.

sábado, dezembro 12, 2009

Tony! Vai p´ro inferno!



Mesmo sem armas de destruição em massa
Tony Blair: fosse como fosse, Saddam Hussein teria de ser derrubado
12.12.2009


"Fosse-como-fosse-saddam-hussein-teria-de-ser-derrubado". Falou e disse a excelência da treta!

Poucos escrúpulos restam a este tipo para até hoje não admita ter sido um dos culpados da hecatombe humanitária provocada numa nação soberana, como era o Iraque, gostasse-mos ou não de Sadam. É obsceno como este indivíduo ainda é ouvido e aceite impunemente pela Humanidade, ocupando com arrogância cargos de responsabilidade a nível mundial. E é revoltante como um Tribunal Internacional em Haia não lhe mova um processo sumário pelas chacinas que originou no Iraque. Outros por muito menos passaram por aquele Tribunal tendo sido humilhados ou estando para lá esquecidos. O Blair, o Bush, o Aznar e o Barroso, podem-se gabar de ter transformado o Iraque num cenário de Apocalipse em que eles são os respectivos cavaleiros. Gente desta não pode ser perdoada e nunca o será!

domingo, dezembro 06, 2009

Finalmente água na Culatra

Água levou 20 anos a chegar à ilha da Culatra
A população da ilha da Culatra viu hoje realizado um desejo pelo qual lutou mais de 20 anos: água e saneamento básico.
Expresso online de 6/12/2009


De repente pensei que estivesse no início da década de setenta na Guiné, quando a água canalizada chegou à vila de Bula a uns cinquenta quilómetros de Bissau.

A única diferença é que naquela altura senti uma certa alegria e um grande carinho por uma população cujos olhares transmitiam uma enorme alegria perante a solução de um problema básico com que sempre se habituaram a viver e nunca sonhariam existir alguém que os ajudasse a solucionar.

Hoje, trinta e cinco anos depois, dói-me ver cenas destas num País como Portugal onde algo que se faça, ou se queira fazer, demora décadas.

Vergonha é o que posso sentir por este tipo de notícias, ainda mais quando um perfeito grunho autárquico faz "disto" alarde patriótico.
Péssimos tempos estes! Não nos conseguimos ver ao espelho!

Do mal ao menos!


Miguel Sousa Tavares troca TVI pela SIC
Publicado em 04 de Dezembro de 2009

Ionline

Entre duas "coisas" tão más e horrorosas (TVI e SIC) derivou para o mal menor!
Pouco falta para entrar na estão Estatal de quem todos falam cobras e lagartos mas que, ao menos ainda tem um provedor que mal ou bem vai pondo alguma água na fervura de um serviço responsável pela animalização e grunhice da nossa gente; as TV´s em geral!

Pessoalmente prefiro MST na escrita.

sábado, dezembro 05, 2009

A hora dos grunhos

PS acusa PSD de seguir via "radical e extremista"
O líder parlamentar socialista disse que o PSD está a criar uma "campanha alicerçada na suspeita e na insinuação" ao propor a abertura de uma comissão de inquérito ao computador Magalhães .

Expresso 6 de Dezembro de 2009

Mais um "esmiuçanço" para distrair o maralhal!
Mais um orgasmo jornalístico para quem falar mal dos outros é tema de vida.

Não interessam os problemas económicos, nem a educação nem a justiça do País. Interessa é o disse que disse, o acho que disse, o penso que disse e mais que não disse.

Aliás como se tem provado à evidência a série de embustes e mentiras preconizados por uma certa "elite" de políticos e "jornaleiros" que diariamente nos bombardeiam tanto nos jornais como nas tv´s da nossa secular, latente e evidente mesquinhes.

Pior de tudo ainda, é que um partido como o PSD, representante da alma e do cerne português mais do que qualquer outro, embarque neste vergonhoso carnaval de mentiras e foguetório alarve, fazendo esquecer um historial de generosidade política que sempre foi seu apanágio.

É a hora dos grunhos, dos trauliteiros, de alguns bétinhos rubis, amorfos e completamente a leste do que é a verdadeira luta partidária, política e democrática e de uma casta de jornalistas/comentadores oportunistas que realmente controlam a cúpula do maior partido da oposição levando-o seguramente à desintegração que se avista já próxima.

Pois que seja o canto do cisne que nada se perderá!

sexta-feira, novembro 27, 2009

Que força é essa amigo!?

Que força é essa

Vi-te a trabalhar o dia inteiro
construir as cidades pr'ós outros
carregar pedras, desperdiçar
muita força pra pouco dinheiro
Vi-te a trabalhar o dia inteiro
Muita força pra pouco dinheiro

Que força é essa [bis]
que trazes nos braços
que só te serve para obedecer
que só te manda obedecer
Que força é essa, amigo [bis]
que te põe de bem com outros
e de mal contigo
Que força é essa, amigo [bis 3]

Não me digas que não me compr'endes
quando os dias se tornam azedos
não me digas que nunca sentiste
uma força a crescer-te nos dedos
e uma raiva a nascer-te nos dentes
Não me digas que não me compr'endes

(Que força...)

(Vi-te a trabalhar...)

Que força é essa [bis]
que trazes nos braços
que só te serve para obedecer
que só te manda obedecer
Que força é essa, amigo [bis]
que te põe de bem com outros
e de mal contigo
Que força é essa, amigo [bis 10]

quarta-feira, novembro 25, 2009

A data maldita

Cleptocracia - Wikipédia, a enciclopédia livre

A palavra Cleptocracia, de origem grega, significa literalmente “Estado governado por ladrões ”. A cleptocracia ocorre quando uma nação deixa de ser governada por um Estado.
in wikipedia.org/wiki/Cleptocracia


25 de Novembro, a data maldita.
Celebra um dia em que vivi o maior pesadelo da história deste País; foi a partir desse dia que a pior seita de oportunistas e apátridas ocupou e ainda ocupa os cargos do poder administrativo, económico e político de Portugal.

Os resultados estão à vista e não são necessários grandes estudos, relatórios, cimeiras de sono ou "comentários" exacerbados de falso ou pestilento patriotismo para concluir que para aqueles que abriram as portas da Liberdade foi-lhes "oferecido" o esquecimento e a varredura para debaixo do coçado tapete da História que trespassa por este país.

Depois dessa maldita data, prometeram-nos tudo o que havia para prometer, todas as liberdades democráticas mais avançadas do mundo, todo um desenvolvimento tecnológico digno de um País de primeira linha, um nível social e cultural de fazer inveja aos mais catedráticos das mais eminentes Universidades mundiais. Enfim, um País a sério.

Dão-nos "isto" a que chamam de "democracia" que mais não é do que uma verdadeira, nojenta e vergonhosa cleptocracia em que Eu realmente posso falar e chamar-lhes todos os nomes mais baixos e reles que possam existir e que eles bem sabem que merecem, mas não mais do que isso.

Prefiro falar menos mas que seja o suficiente, mas ter melhores condições de vida, melhores condições sociais, ver menos gente angustiada, ver menos lata, petulância e mediocridade de quem nos administra e ter menos ladrões à minha volta!

Realmente o 25 de Novembro de 1975 é e será sempre para mim uma data maldita!

terça-feira, novembro 24, 2009

Um gozo do caraças!


Gosto imenso, adoro e dá-me um enorme gozo, um gozo do caraças, quando vejo potências emergentes como Brasil, Irão, Índia, já para não falar na realidade China, não passarem "cartucho" e estarem-se nas tintas perante os auto denominados "senhores" do Mundo, sejam eles provenientes de terras do tio Sam ou da anacrónica e impotente Comunidade Desavinda.

Aos poucos a influencia da política internacional e o respectivo peso económico, começa a mudar de lugar e começamos a verificar e a sentir que pelas bandas do Ocidente (algum, claro está) afinal existe, como sempre existiu, barro nos pés.

Com esta de Lula da Silva receber o Ahmadye só pretende avisar que quem dirige os destinos do Brasil são os brasileiros e ponto final.

No Ocidente começasse a pagar a factura pelos erros daquilo a que alguns chamam "democracia" e que tanto mal trouxe e ainda trás a muitas nações.

Para quem não vê, é só dar uma olhada para aquilo que se passa no Médio Oriente!

Para quem não quer ver, seguramente a castanha um dia vai estalar-lhe na boca!
É tudo uma questão de tempo.

segunda-feira, novembro 23, 2009

Só agora??

Reacção à decisão do PGR
PS critica aproveitamento das escutas para “decapitar” Governo
Publico Online de 23/11/2009

Só agora é que chegaram a essa conclusão Sr. Francisco Assis?
Não foi evidente a partir do caso Freeport que alguns maganos sem escrúpulos andavam a preparar um caldo para "envenenar" um 1º Ministro eleito (e reeleito)??

E não estava na cara de todos de onde é que vinha e ainda vem a poison?

Era evidente aos olhos de todos que a partir da altura em que algumas corporações profissionais começassem a ser vasculhadas com o intuito de as por a funcionar para a comunidade alguma contestação iria ser feita.

Tanso foi quem não se apercebeu e engoliu manifs, desculpas de mau pagador e entrevistas de uns quantos aldrabões e papagaios às tv´s e imprensa em geral ávida de entrar e banquetear-se de alguns restos que sobrassem.

Mas estão todos referenciados. Já os conhecemos bem e deixaram de passar despercebidos!

sexta-feira, novembro 20, 2009

Choque des Civilizações?

Choque de civilizações?
Ou será hipocrisia e traição dos dirigentes mundiais???
Quem ganha com o confronto?



Seguramente que não são os povos que amam as suas terras, os seus entes queridos, as suas tradições, os seus divertimentos e a sua cultura.
Tanto em Portugal como no Irão, na Nova Zelândia ou no Canadá, de Angola à China, de toda a parte para toda a parte, seguramente que não são os povos que inventaram esta estúpida cena do choque de civilizações.

Vida Portuguesa



O Porto ganhou nova vida e é portuguesa
Catarina Portas abriumais uma Vida Portuguesa, no Porto. A loja, maior que a de Lisboa, volta a apostar nos produtos nacionais de outros tempos
Ionline de 20/11/2009


Pequenas coisas, pequenas atitudes que nos fazem ainda assim, gostar de Portugal e de saber que existe muita gente pronta a manter um cem número de tradições que nos engrandecem e enternecem quase até à comoção.

No meio da corrupção, desespero, tristeza e desmotivação a que os “nossos” dirigentes e órgãos de poder nos fazem assistir, é delicioso saber que alguém ainda tem coragem de apostar num País tão padrasto e tão acéfalo para com os seus filhos.

Catarina Portas, tal como tinha feito em Lisboa, abriu um espaço de comércio Vida Portuguesa, na Invicta e Sempre Leal Cidade do Porto.

Não tenho o prazer de conhecer pessoalmente Catarina Portas, mas só pela sua maravilhosa e constante militância de enaltecer e evidenciar tudo o que um Povo ao longo da sua História, tem produzido com as suas mãos, com o seu engenho, é para mim sinónimo de um verdadeiro acto de amor à terra Lusa!

Além disso é Catarina como a minha filha, emigrante forçada em Macau, terra onde encontrou felicidade, onde reconhecem e valorizaram o seu trabalho de maneira tal que as saudades são de quem cá fica e nunca de quem vai.

E com base no que se tem visto por cá, percebe-se facilmente porque assim acontece.

quinta-feira, novembro 19, 2009

Tristesse


O dia começou em euforia na Bósnia, mas a noite trouxe a tristeza. A noite e o golo de Raul Meireles, que apurou a selecção de Portugal para o próximo Mundial e afundou as esperanças dos bósnios, eliminados. Este adepto, agarrado à grade do estádio Bilino Polje, em Zenica, é o rosto do desalento. Foto: Oleg Popov/Reuters
In Publico online de 19/11/2009

Custa e compreende-se!
Mas antes eles Bósnios, do que nós Portugueses (será que teríamos hipóteses se ainda existisse a Yugoslávia??).

Neste caso é que nunca!
Que esta euforia não saia dos eixos e que não tente cobrir as anormalidades que diariamente nascem neste País.
Por uns tempos vamos sorrir, calmamente, de olho aberto, mas vamos sorrir!

terça-feira, novembro 17, 2009

G´anda chouriço!!


"Face Oculta"
Noronha Nascimento "passou em revista" questões de Justiça com Cavaco Silva
No final do encontro, o presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) limitou-se a dizer que, juntamente com Cavaco Silva, "passou em revista questões que têm a ver com a Justiça", escusando-se a "individualizar qualquer questão", designadamente se discutiram assuntos ligados ao processo "Face Oculta".


Depois digam e acusem-nos de ofender, de sermos malcriados, etc, etc.
Quem viu e ouviu este senhor falar no fim da reunião com o Sr Presidente da República, é obrigado a questionar-se como pode um chouriço destes ser Presidente do STJ.
Sim, mil vezes sim; cabe-nos o direito de gozar até à exaustão com estes gajos todos, de não lhes dar pinga de crédito e de perder todo o respeito a estes pavões que nos têm enganado toda a vida e não são capazes de dar um murro na mesa, serem frontais e deixarem de sacudir a água do capote, metendo a toda a hora as mãos pelos pés.

As poucas coisas de bom que a nossa democracia tem (este tipo de demo, claro está), é podermos mandar vir com estes girinos e chamar-lhes todos os nomes que nos vêm à cabeça.
Este é dos tais empatas que não "faz" nem deixa "fazer".

Como se pode respeitar gente desta quando nem eles próprios se respeitam??
G´anda chouriço! Mais um!

sábado, novembro 14, 2009

A caça a desejados patos


El País 13 de Novembro de 2009

Mesmo, mesmo a propósito.
Encontrei este delicioso e oportuno "boneco" no El País de nuestros hermanos aqui ao lado.

Cá como lá a dança dos corruptos é uma realidade. Obscureceriam o astro Sol se andassem todos a bater asas como os pássaros.

Aqui para nós que ninguém nos ouve; seria a única altura da minha vida que eu gostaria de ser caçador e atirar aos corrupt.............., sorry, patos!!

Com as ganas que lhes tenho não errava um alvo.

sexta-feira, novembro 13, 2009

Seguro que van a testificar??? Bueno, mejor!!

El ex primer ministro británico y otros políticos laboristas deberán testificar en la investigación sobre las causas y consecuencias del conflicto
El Pais de 13/11/2009

Começo a sentir uma doce esperança num possível julgamento e castigo dos maiores e mais desumanos terroristas que com base no maior embuste da História da Humanidade, originaram um dos maiores crimes de todos os tempos: a invasão de um Estado soberano chamado Iraque. Não quero acreditar e não quero acabar os meus dias sem ver um pavoroso conjunto de individualidades serem chamadas a um Tribunal Internacional.

Pode ser inclusive o de Haia, tão lesto e legalista no julgamento dos partizan Sérvios mas sempre fazendo orelhas moucas ao que se passou no Iraque, em Ghaza e de certa maneira no Afeganistão!

Se houver moral e equilíbrio democrático tão apelado quando convém a alguns figurões, estes senhores terão forçosamente que ser julgados e exemplarmente punidos

Blair apoiou a guerra no Iraque impulsionada pelo então presidente dos EUA, George W. Bush.
O ex primeiro ministro britânico assistiu à reunião dos Açores aparecendo na fotografia junto a Bush, José María Aznar primeiro ministro de Espanha e o primeiro ministro de Portugal, José Manuel Durão Barroso.

Blair ordenou o envio de 45.000 militares britânicos para o Iraque, governado naquele momento por Sadam Hussein, posteriormente executado durante o conflito bélico.

Mas para além do embuste que foi uma invasão provocada por uma administração americana perfeitamente terrorista como foi a administração Bush, os familiares de uma dezena de milhar de seres Humanos mortos nesta guerra sem sentido, têm o direito a que estes almas do apocalipse paguem com o corpo a horrorosa catástrofe que lhes bateu à porta!

Só assim será reconhecido às auto denominadas "democracias" Ocidentais o direito de se poderem chamar isso mesmo; Democracias!

Está visto!!


Está visto!!
Está visto que após todos os processos de destruição pessoal "fabricados" por quem nós muito bem sabemos, das tentativas de denegrir e sujar a imagem de uma pessoa pelos métodos mais baixos e obscuros alguma vez utilizados, pelo facto de ele, Sócrates, ter ganho duas eleições seguidas, mesmo arriscando pôr na ordem algumas corporações algo salazarentas e viradas para o dolce fare niente, virem agora os súbditos de Sua Majestade arquivar um processo fabricado à má fila e à pressa, por cima do joelho, temos de concluir que o homem tem nível e está acima de toda a pouca vergonha que alguns girinos andaram e ainda andam traiçoeiramente a planear e a preparar.
Ao menos reconheça-se valor a este homem em ultrapassar os escolhos e as ratoeiras que lhe metem à frente!

quinta-feira, novembro 12, 2009

Oxalá assim seja!!


Será que finalmente os empresários vão fazer algo de positivo que os políticos (que outra espécie poderia ser?) nunca fizeram e sempre tentaram destruir??

Fernando Serrasqueiro participou, com o vice-ministro das Finanças e Economia do Irão, no encontro empresarial "Uma visão sobre o Irão: oportunidades de negócio e investimento", na cidade de Lisboa.

Já anteriormente uma delegação de empresários portugueses teria ido ao Irão, país que, logicamente só lhes poderia causar boa impressão.

Aliás como o afirmaram à chegada a Lisboa e pouco, mas muito pouco publicitada neste nosso anestesiado Portugal.
Compreende-se a razão!!

Vamos ver no que dá e ter esperança nos sucessos destes encontros para bem da economia portuguesa, fortemente deficitária relativamente ao Irão!



Espero só que não venham os girinos do costume e bem nossos conhecidos, misturar alhos com bogalhos e envenenar tudo o que pessoas de bem pretendem desenvolver, estragando aquilo que pode ser a aproximação e o estreitamento de relações com um País maravilhoso (porque o conheço e sei bem o que digo), pesem embora contradições pouco de acordo com o nosso sistema de vida mas que em nada devem alteram as nossas relações.

Insh Ala!

quarta-feira, novembro 11, 2009

E é assim que seguimos!!

Ainda a questão das Coreias, dos maiores terroristas de todos os tempos e seus derivados!!

Desde a II guerra mundial, os USA destruiram nada mais nada menos do que 50 governos.
Incluamos aqui democracias tipo Ocidental que não serve como exemplo perfeito mas,......vá lá!

Esmagaram-se (termo perfeito para tanta vilanagem), uns 30 movimentos de libertação na Ásia, em África e sobre tudo na América Latina.

Milhões de pessoas por todo o mundo foram simplesmente expulsas das suas casas e sujeitas aos piores e vis sofrimentos alguma vez impostos ao ser humano.

Os bombardeamentos são puramente tão americanos quanto a apple pye, o american football, o baseball ou o wrestling.

É interessante ter em atenção o que o Prémio Nobel de Literatura de 2005, Harold Pinter questionou nessa altura:
"Por será que a brutalidade sistemática, as atrocidades generalizadas, a supressão implacável do pensamento independente da Rússia stalinista é bem conhecida no Ocidente enquanto as acções criminosas americanas nunca o foram? Nunca aconteceu nada! Mesmo quando "acontecia" nada acontecia. Não importava. Não tinha qualquer interesse".

Somos manietados e treinados para respeitar esta vergonhosa censura por omissão.
Uma invasão não é uma invasão se "nós" a fizermos.
O terror não é terror se "nós" o praticarmos.
Um crime jamais será um crime se "nós" o cometermos.
Nunca acontece quando somos "nós" a comete-lo.
Nunca há assassinos quando somos "nós" os criminosos.
Jamais haverão culpados quando somos "nós" os estripadores.
Não existirá julgamento quando deveriamos ser "nós" a subir o cadafalso.
E mesmo quando algo acontece que escandalosamente nos compromete, não estava a acontecer nada. Simplesmente nada aconteceu.

E é assim que seguimos o nosso rumo sem qualquer pingo de senso humano, sem qualquer tolerância, sem qualquer sentido Humanitário que mereça esse nome!

Realmente "isto" está tudo mal, tudo do avesso. Cegamos e cegaram-nos completamente! Pior ainda; somos cegos e é nosso potencial desejo continuar a se-lo para que possamos manter o nosso virtual mas vergonhoso bem estar!

Tenhamos ao menos um pouco de moral para reconhecer que tanto a Coreia do Norte como o Irão ou até outro qualquer estado se preocupe em discutir a sua verdadeira independencia com as mesmas armas dos reconhecidos terroristas e pretendentes a senhores do Mundo!

terça-feira, novembro 10, 2009

Muros e confrontos


É tudo uma questão de princípios, de simpatias e de saber que o Bem pode ser tão mau ou pior que o Mal e que o Mau, afinal até pode ser bem melhor que o Bem.
Depende do referencial em que se observam as diferentes confrontações humanas.

Vem a talhe de foice este artigo do Público, de mais um confronto entre as Coreias (a "boa" e a "má" para muita gentinha).

Neste caso e basta ler os artigos de "opinião" dos comentadores (ou jornalistas, copistas ou lá o que são), seguramente e como de costume os culpados, os prevaricadores, os provocadores, os tiranicos, os assassinos em suma; os maus são sempre, mas sempre os Norte Coreanos.
As usual!

Os bons, os puros, os tolerantes, os compreensivos, os portadores da verdade suprema e divina são sempre os Sul Coreanos.
Nos tempos que passam já é normal e assumido alinharmos pelas bitolas que nos convém ou, pior ainda que nos impõem.



Vejam-se as alienantes comemorações da queda do Muro de Berlim, o colaborante e propositado esquecimento e olhar para o lado no que se refere à construção dos muros em Israel/Palestina ou na Índia/Bangladesh.
As usual!!



Realmente já cá ando há muito tempo para acreditar em histórias da carochinha!

quinta-feira, novembro 05, 2009

Blitz! 25 anos. Parabens!



Blitz! Faz 25 anos a única revista em Portugal que verdadeiramente se dedica à música não só internacional como cá deste burgo melancólico, triste e fadista.
Já lá vão 25 anos que a compro quando ainda era um jornal e ao qual eu nunca augurei mais do que um ano de vida dada a tristeza fandanga no meio musical nacional e a submissão anormal à música anglo saxónica.

Valeu a pena lutar para que se mantivesse ao fim deste tempo todo, e poder agora festejar os 25 anos da vida.

Sem alardes nem publicidades e apenas com quatro ou cinco colaboradores, Manuel Falcão, seu fundador, pode-se dar ao luxo de se sentir orgulhoso.

Gente assim é necessária a este País minado e habituado aos escândalos de corrupção ao mais alto nível.

Gente assim adoça e amansa o sentimento de ódio e aversão que cada vez mais sinto pelas classes que dirigem e administram este País e que cada vez mais me afastam dele.

Parabéns Manuel Falcão pelo trabalho que criaste e desenvolveste.
Parabens à Blitz e muitos, muitos anos de vida!

quarta-feira, novembro 04, 2009

Todos da mesma massa!!

Tudo da mesma "massa", da mesma seita canalha que nos tem enganado e pirateado as nossas organizações, sejam do Estado ou privadas!
Repare-se nos comentários de tão sapientíssimas cabeças perante a saída do "impoluto" Armando Vara do BCP:

- Joe Berardo, "é invulgar", que "não dá para acreditar" e que "parece um caso de ficção". Ingenuidade maldosa e manhosa!!

- Construtora Teixeira Duarte disse que "confiava nas estruturas do banco e no seu funcionamento em quaisquer circunstâncias, incluindo esta"!!!!! Desculpas de mau pagador!?

- Da Caixa Geral de Depósitos vem esta afirmação que define bem a "qualidade" de quem a diz: "Neste momento, há apenas indícios, nada está provado, tenho muita consideração por Armando Vara", Faria de Oliveira, presidente da CGD. Pasme-se com tamanha hipocrisia!!!

- EDP, Sabadell, Eureko, e outros, zero. Nem uma desculpa, nem um ai, nem um pio. Silêncio cúmplice e a cheirar a óxido de ferro por todos os lados!

Todos jeitosos Reizinhos e rúbios Príncipezinhos da sucata, militantes acérrimos desta gelatinosa engrenagem mafiosa, vil, obscura e obscena em que se movimentam.

Autênticos piratas, flibusteiros de uma banca cega e injusta que tudo devora sem um pestanejar e com o cúmplice desviar de olhos de uma justiça maldosa, terrorista, incompetente que sempre defende poderosos e destrói fracos.

Que bons exemplos de cidadãos dá este País a uma Comunidade Europeia que nos observa com aquele olhar de gozo e sorriso trocista perante tamanha e autorizada gatunagem.

Ao fim de sessenta anos de vida continuo à espera dos níveis de desenvolvimento que sempre prometeram aos meus avós, aos meus pais a mim próprio.
Desiludido e para não o fazer aos meus descendentes, aconselhei-os a sair desta terra de autênticos anormais.
Lá fora, para minha grande pena, afinal são considerados como verdadeiros profissionais e cidadãos de corpo inteiro.

Realmente este País nunca foi para velhos, jamais para quem no momento o habita, muito menos para os nossos descendentes.
Com gente deste quilate ao leme das nossas organizações e por culpa de nós próprios, não temos nem nunca teremos chances de sermos melhores.
Vamo-nos posicionar sempre na cauda dos mais mal cheirosos.

Resta-nos definhar até que alguém nos varra do chão, já apodrecidos e sem qualquer utilidade.

domingo, novembro 01, 2009

Hamash



Mohsen Namjoo Hamash? Chy ast???

Ninguém o conhece em Portugal.
A Europa, os Estados Unidos, o Irão e tudo o que fala farsi conhecem-no, obviamente!

Mas quanto a Portugal não o conhecer, nada para admirar.
No nosso País conturbado e doente, que longamente se debate com o cancro da corrupção militante, preconizado por autenticas hordas terroristas onde "engorda" a maior cáfila de gatunos e parasitas alguma vez vista na nossa triste história, assuntos destes passam ao lado do mais comum dos mortais que mensalmente leva para casa €600, valor esse ainda por cima contestado pela Associação dos Patrões!!!.

Desde presidentes banqueiros, a administradores, conselheiros, advogados, juízes, passando por "reis" de sucata, pedófilos, tudo rouba e mente num País com tão pouco para roubar mas com tão pouca vergonha na cara! Nunca tal alguma vez se viu neste rectângulo de autênticos anormais!

É portanto naturalíssimo que os acordes de um dos maiores artistas da nova música vanguardista Iraniana não sensibilize os ouvidos de quem tem a cabeça transformada num autêntico e doentio manicómio.

Hamash é para os outros ouvirem, os desenvolvidos, os letrados, os educados, os italianos, franceses, holandeses, belgas, alemães, etc, etc..... e até (que dor) os nuestros hermanos, mesmo aqui ao nosso lado.

Para quem não entende farsi posso adiantar que a canção fala precisamente da violência ocorrida nas ultimas eleições num País que quer se goste ou não, mexe e de que maneira!

quinta-feira, outubro 29, 2009

Armando Vara; nunca nos enganas-te!!!



Assiste-se a notícias, nos "media", da grande actividade das polícias na tentativa de mostrar que a justiça funciona e que nem os poderosos estão acima da lei.

Eles são as buscas, a constituição de arguidos, a Operação Furacão, as Mãos Limpas, o Apito Dourado, o Freeport, a Portucale, a Casa Pia, o Mota, o Preto, o Pinheiro e tantos outros "santinhos" epítetos sonantes para um espectáculo que apenas esmiuça, mas que, ao contrário dos Gatos Fedorentos, não diverte mas fede e tresanda.

Porque ninguém está, nem estará preso, porque ainda acabam por pedir indemnizações e ficarem-se a rir de tudo isto, o País continuará paulatina e alegremente caminhando para um abismo da sua própria dissolução, vil e doloroso apagamento no seio das nações.

É gentalha desta como Vara & Companhia, sem bases, sem escrúpulos, sem princípios, respeito ou pingo de sensibilidade humana que nos têm administrado e que regem os destinos deste país de perfeitos anormais!

De que é que se está à espera?

quarta-feira, outubro 28, 2009

Antes que seja tarde,......



Que se faça qualquer coisa antes que a situação se torne irreversível.
A contestação já é muita.

Sabemos que a culpa não será só de Paulo Bento, mas se existe alguém que deve ser sacrificado, comece-se de imediato antes que seja tarde!

Convém não esquecer que num abrir e fechar de olhos se destrói o que se levou dezenas de anos a construir.
O Sporting não merece isso.

segunda-feira, outubro 26, 2009

domingo, outubro 25, 2009

Acabem com isto!


Al menos 132 muertos tras explotar dos coches bomba en Bagdad
Las detonaciones se han producido de manera simultánea en dos puntos del centro de

la capital iraquí .- Hay 512 personas heridas

El Pais online de 24/10/09

Para bem da Humanidade, pelo respeito, pela cultura de povos e nações, pelo direito que têm essas nações de viverem de acordo com as seus princípios históricos, pelo dever que "nós" no Ocidente temos de não impor sempre pela força, pela destruição e pilhagem seja o que for, pela aceitação natural de que não devemos continuar a via da exploração irracional das riquezas desses países, pela aceitação de que, como em tudo, os impérios económicos também têm de morrer num lado para começarem noutro, acabem por favor com "isto" do Iraque e do Afeganistão.
Reconheçam de uma vez por todas o crime monstruoso de que somos responsáveis. Reconheçamos a derrota com alguma honra (caso ela exista nas cabeças dos verdadeiros anormais e monstros que nos comandam).

Já não temos capacidade militar ou moral para manter este cancro que nós próprios criámos por maldade, ganância e completo desrespeito para com o próximo.

Se não sair-mos já, só nos vai restar um fim desastroso e uma humilhação dolorosa e histórica!

quarta-feira, outubro 21, 2009

Semanário


Semanário já não vai para as bancas na próxima sexta

"Semanário" encerra!

O jornal Semanário já não vai estar nas bancas na próxima sexta-feira, confirmou hoje ao PÚBLICO um membro da redacção. Os trabalhadores foram ontem à noite informados do encerramento do jornal.
Público online de 21 de Outubro de 2009


Chegou o fim.
Como em tudo, há um dia que é o ultimo.
O Semanário foi vítima da internet, das más notícias, das notícias inventadas, das mentiras, do mau jornalismo que por cá se faz.
Não resistiu ao facto de cada vez mais as pessoas estarem-se nas tintas para o que muitas vezes nos querem impingir à força.

Como semanário que em tempos foi de eleição, não o merecia.
Outros há que já estão a dever anos a este fim. Nem iriam deixar nenhuma saudade.
Mais uns quantos trabalhadores (a recibo verde) no olho da rua com uma mão à frente e outra atrás, mais um espaço de leitura vazio, mais algo que se perde no mundo das letras de um País iletrado.
Tenho pena, mas paz à sua alma!

terça-feira, outubro 20, 2009

Mário David: o fundamentalista

Eurodeputado do PSD exorta Saramago a renunciar à cidadania portuguesa

O eurodeputado social-democrata Mário David exortou hoje o escritor José Saramago a renunciar à cidadania portuguesa por se sentir “envergonhado” com as recentes declarações do Nobel da Literatura sobre a Bíblia.

Público online de 20 de Outubro de 2009

Envergonhado sinto-me eu de haver um fundamentalista acéfalo como Mário David que no nosso Parlamento sai-se com consideração boçais, bacocas e reaccionárias.
Que raio de democracia e democratas são estes que passam ao insulto, a quem já por mais de uma vez tomou uma posição legítima e reconhecida contra aquilo de que não gosta (e eu também não).
Porque razão é que teremos de esconder o facto de não gostarmos da Bíblia e de nem lhe reconhecer pingo de realismo?
Não terá Saramago (e outro qualquer) o direito de a contestar como há quem o conteste a ele Saramago?
Ou será que só se é "democrata" para aquilo que gostamos e queremos impor aos outros?
Parece-me que alguns Católicos gostariam de seguir a peugada dos fanáticos islâmicos?
Agindo assim não têm moral nenhuma de os censurar e pouca diferença fazem de um qualquer mulah paquistanês ou afegão.

domingo, outubro 18, 2009

É que vou já comprar!

“A Bíblia passou mil anos, dezenas de gerações, a ser escrita, mas sempre sob a dominante de um Deus cruel, invejoso e insuportável. É uma loucura!”, criticou, em Penafiel, numa entrevista à agência Lusa, o Nobel da Literatura de 1998, para quem não existe nada de divino na Bíblia, nem no Corão.

“O Corão, que foi escrito só em 30 anos, é a mesma coisa. Imaginar que o Corão e a Bíblia são de inspiração divina? Francamente! Como? Que canal de comunicação tinham Maomé ou os redactores da Bíblia com Deus, que lhes dizia ao ouvido o que deviam escrever? É absurdo. Nós somos manipulados e enganados desde que nascemos!”


Saramago do seu último livro Caim

Obrigado Saramago por este teu novo livro; Caim
Tens o privilégio de o poder dizer aos quatro cantos do mundo o que pensas e quer queiram quer não, têm de te ouvir e ler.
E dá-me um gozo tremendo ver os comentários ressabiados dos “intelectuais” da treta que te invejam até à quinta casa pelo facto de seres o único Prémio Nobel da Literatura que este País alguma vez ganhou ou ganhará.
Para que mais alguém ganhe, e muitos têm tentado até com uns empurrõezinhos, muita coisa terá de mudar em Portugal.
A começar pela nossa atitude menos provinciana, bacoca e terceiro mundista infelizmente hoje mais na ordem do dia do que nunca.

Mantém-te firme a partir de agora, porque vão aparecer os urubus, belzebus e vendedores da banha da cobra do costume para te desancarem nos meios de comunicação social e demais canais portadores de ódios de estimação.
É que vou já comprar o livro!

sexta-feira, outubro 16, 2009

Maradona dice; que la chupen.......


"Que la chupen! A los que no creyeron... con perdón de las damas, que me la sigan chupando".
Maradona



Imagine-se o que os "senhores" jornalistas não terão dito de Maradona para que o homem se tenha passado!
E claro. As queixinhas infames levam a que se processe o elo mais sensível!

quinta-feira, outubro 15, 2009

Mas quem és tu óh Maitê da treta?


Antes de mais nada peço perdão a quem possa ter ofendido.
Maitê Proença

Bom!
Já muito se falou sobre Maitê e as suas imbecilidades.
Já se comentou com exaltação quase patriótica, com revolta e indignação!

Estaremos nós feridos no nosso próprio orgulho?
Pessoalmente acho que não.
Não me passa pela cabeça uma ideia dessas!

Porquê, perguntar-me-ão!

Primeiro porque Maitê representa um Brasil atormentado, fútil, violento, quase que virtual.
Desde as horrorosas telenovelas, da vida fácil e improvável, dos violentos e criminosos assaltos, do "jogo de cintura", da aldrabice, das tenebrosas seitas religiosas, das crendices pavorosas, das favelas monstruosas e miseráveis, da prostituição generalizada, etc, etc, etc, é essa a ideia que nos fica do Brasil. E pior ainda; que nos envolve e que os Media,sempre eles, nos têm imposto até à exaustão!
No entanto vemos só o superficial!
Para quem conhece bem, o Brasil é bom demais na maioria dos aspectos para que possamos dar crédito às verborreias de uma perfeita idiota como Maitê Proença.
É um caso para esquecer. Não percamos tempo por tão pouco.


Em segundo, nós, os cá do burgo!
Para já não devíamos embarcar nas manifestações de patriotismo palonço e estúpido como estamos a seguir.
O que nos deveria ferir eram as evidentes atitudes Lusitanas de desleixo e negligência como o exemplo daquele estúpido 3 virado ao contrário durante décadas e décadas, sem que ninguém dissesse algo.
Como aquele técnico de informática (?) incompetente e burro até à enésima casa, tal como muitos outros "técnicos" existentes por este País fora.

Muitos mais exemplos haverão em que por culpa própria corremos o risco de nos virem morder nas canelas e cuspirem no que é nosso.
Nós é que deixamos que isso aconteça devido à nossa bacoca e palonça maneira de nos subjugarmos sempre, com aquele insuportável risinho forçado de grunho e de chico esperto.

Ao sentimento de orgulho ferido por sabermos que de facto somos negligentes respondemos de modo semelhante e ao nível rasteiro das ofensas de uma idiota como a Maitê Proença que no fim evidenciou de modo porco e nada inteligente (tambem não deve ter mais para dar) as nossas abissais negligências.
E assim, como é sabido, enveredámos pela ofensa boçal e barata.

Contestámos o assessório, o insignificante; Maitê Proença, mas não nos conseguimos preocupar com o importante que é gostarmos de nós próprios e de nos impormos como exemplo aos olhos de quem nos "vê" de fora.

Se mais não fosse, bastaria analisarmos o que fizemos com a nossa própria língua abrasileirando-a toscamente, para facilmente se concluir que paradoxalmente não gostamos de Portugal.

E somos os Portugueses, que capazes de chorar (também choramos por tudo e por nada), ao cantar a Portuguesa num estádio de futebol, vendo a Selecção da nossa tristeza, vamos logo a seguir borrar a pintura toda ao usar os brasileirismos televisivos na nossa linguagem diária!

Todas estas atitudes inexplicáveis e profundamente hipócritas são notórias aos olhos de quem nos visita, venham de onde vierem; brasileiros, iranianos, franceses, americanos, russos, angolanos, chineses e toda essa gente que por aí anda.

Caberá a nós mudar de atitude, agindo mais, berrando menos, endireitando de imediato o que está torto como o maldito e estúpido 3 de Sintra e ensinando os tais burros técnicos, sejam eles do que forem a trabalharem como deve ser e melhor.
Então sim; não haverá nenhuma ignorante como Maitê Proença que nos venha gozar na nossa própria casa.

terça-feira, outubro 13, 2009

Aí está ele outra vez; Saramago!

"Cuando el señor, también conocido como dios, se dio cuenta de que a adán y eva, perfectos en todo lo que se mostraba a la vista, no les salía ni un apalabra de la boca ni emitían un simple sonido, por primario que fuera, no tuvo otro remedio que irritarse consigo mismo, ya que no había nadie más en el jardín del edén a quien responsabilizar de la gravísima falta...".

El Pais de 13 de Outubro de 2009
Grande Saramago.
Aí está está ele outra vez com aquelas deliciosas e suculentas provocações aos crentes de deuses menores.
Bem vindo companheiro com o teu novo livro Cain que nos faz uma pequena incursão à Bíblia, vista por quem, felizmente, tem o poder da crítica inteligente, agreste e muito dolorosa para alguns cuja resposta vão apenas ser o despeito, a inveja e a dor de cotovelo pelo facto de seres um incómodo prémio Nobel.
O único Português que no aspecto literário conseguiu aquilo que alguns auto convencidos andaram à procuram, obviamente sem sucesso.
É isso que lhes dói. Pois fiquem-se com a dor!


Saramago pide cuentas a Dios
Adoro este Homem!

domingo, outubro 11, 2009

Tenho dito


Autárquicas 2009 em Portugal.

Gosto destas eleições.
Aliás, gosto de todas.
Dão-me o direito de votar em quem ganha ou em quem nunca consegue lá pôr um deputado, um vereador, um autarca.
Mas voto.
Só assim tenho o direito de chama-los pelos nomes que muitas vezes merecem ou até eleva-los ao meu imaginário Olimpo.
Sempre votei desde que me deram esse direito.
Já lá vão 35 anos!

Não o perdoou a quem não o faz por motivos banais, corriqueiros, mesquinhos e acima de tudo por preguiça, desleixo, enfim; por estupidez.
Vejo-o nas abstenções.

E sinceramente; retirando a percentagem daqueles que por motivos de doença, razões profissionais ou outra inserida numa obrigatoriedade para com a comunidade, sinto pelos outros um profundo desprezo e uma revolta por estar a contribuir para o eventual bem estar desses "tipos", dessa gentalha, capaz de trocar um acto nacional e comunitário para ir à praia ou aos horrorosos centros comerciais andar de montra em montra a coçar a micose.
Causam-me asco!
Tenho dito!

sexta-feira, outubro 09, 2009

O paradoxo!



"Qual é a razão para distinguir Obama com o Nobel da Paz?"
Público de 9/10/2009 (um título destes só poderia aparecer neste jornal)


Que paradoxo!
A nação que mais mortes, guerras e destruição espalhou, tem espalhado e pelos vistos, irá continuar a espalhar (Irão na calha??), tem um presidente que ganha o Prémio Nobel da Paz de 2009!

Fico contente e feliz por Obama, a quem nutro um enorme respeito, carinho e admiração.
Mas rodeado que está pela maior máfia do crime organizado que é a Administração Americana, os federal bureaus e as centrals investigation que por lá existem, custa-me aceitar um paradoxo destes!

Só lhe desejo sorte nos próximos tempos.
Vão ser dias muito duros os próximos.
Ficará à mercê dos maiores facínoras que existem no meio político deste Mundo Ocidental e que já esmiúçam todo o detalhe para a contestação alarve, maldosa, mesquinha e desumana de que são mestres exímios.

Para além de premiar um Homem íntegro, o Comité de Jurados do Prémio Nobel, teve e tem tido um mérito impressionante e admirável; não sendo influenciados pelos odiáveis meios da Comunicação Social que gostam de se aventurar em suposições no intuito de influenciar o veredicto final, dá-lhes sempre a "volta por cima", ou seja, lixa-os na esquina, elegendo alguém que ninguém está à espera. Dá-me um tremendo gozo ver esses gajos com as calças na mão. Abençoados.

domingo, outubro 04, 2009

Cambia, tudo cambia

Cambia, tudo cambia.
Gracias a la vida porquè tudo cambia.

Mujer de admirar! Gracias siempre vivira en nuestros corazones



Cambia lo superficial
Cambia también lo profundo
Cambia el modo de pensar
Cambia todo en este mundo
Cambia el clima con los años
Cambia el pastor su rebaño
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Cambia el mas fino brillante
De mano en mano su brillo
Cambia el nido el pajarillo
Cambia el sentir un amante
Cambia el rumbo el caminante
Aúnque esto le cause daño
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia el sol en su carrera
Cuando la noche subsiste
Cambia la planta y se viste
De verde en la primavera
Cambia el pelaje la fiera
Cambia el cabello el anciano
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Pero no cambia mi amor
Por mas lejo que me encuentre
Ni el recuerdo ni el dolor
De mi pueblo y de mi gente
Lo que cambió ayer
Tendrá que cambiar mañana
Así como cambio yo
En esta tierra lejana
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Pero no cambia mi amor...

sábado, outubro 03, 2009

O inquérito sem novidade!

Inquérito feito em 33 países prova que portugueses têm mesmo uma auto-estima muito baixa
Portugal está em quarto, a contar do fim, no que toca à confiança e ao orgulho no próprio país.

"Portugal está cada vez mais transformado num país de analfabetos em relação ao seu próprio país. Acho lamentável que tudo isto se passe assim, com a literatura transformada numa espécie de papel higiénico e os próprios políticos a correr atrás da primeira moda com que se lhes acene", critica Graça Moura.

Só a educação pode ser solução; a escola não deve desistir de chumbar e de fazer exames, mesmo difíceis que sejam, sem medos do confronto com as pessoas (os mal educados paizinhos dos meninos), fazendo-os assumir os êxitos e fracassos dos seus rebentos.
É na escola que se ensina.
Mas é em casa que se educa e é precisamente aqui que se deparam as maiores falhas.

Tantas vezes o cântaro vai à fonte que....

Sondagem à saída das urnas
“Sim” à frente no referendo da Irlanda ao Tratado de Lisboa
03.10.2009 - 10h26 IAC, Bruxelas
O “sim” estará largamente à frente no referendo da Irlanda ao Tratado de Lisboa, segundo uma sondagem realizada à saída das urnas pelo Fine Gael, o principal partido da oposição que, como o governo, apelou fortemente a um voto positivo.


"Tantas vezes o cântaro vai à fonte que um dia quebra". Tipicamente Ocidental; quando não se consegue ganhar à primeira, tenta-se à segunda, pressiona-se até à terceira.
Na casa dos outros temos é de ganhar à força e impor aquilo que pensamos (mal, sempre mal) que está bem! Enfim são assim as "democracias"!

quinta-feira, outubro 01, 2009

Paulinho dos submarinos


Paulinho, Paulinho!
Trinta milhões e tu não sabes de nada?
Coitadinho!! Enganaram-te! Que pena que eu tenho de ti.
Então e os grunhos que mamaram o dinheiro todo "sem tu saberes de nada"???
Se estavas convencido que te baldavas a um escândalo como os que se passam nos partidos mafiosos do centrão, bem enganadinho andas.



Também tens culpas no cartório e passas a pertencer a uma escumalha dourada, constituída por políticos, advogados, administradores, jornalistas, patrões que têm lixado e bem, este País de autênticos cromos e anormais que engolem, bebem e chupam tudo o que se lhes mete à frente, sem saberem o veneno que os está a corroer lentamente como um câncer.
Até onde é que estes gajos vão?
Já me faltam os adjectivos para definir esta gente e este País?

terça-feira, setembro 29, 2009

Ai Sr. Silva, sr. Silva!?

Cavaco Silva deve andar a brincar com a malta.
Mostra tratar deste assunto com má fé e falta de sentido de responsabilidade.

Desceu e ao descer imiscui-se na mesquinha e badalhoca intriga política, dando cabo ou tentando dar cabo da sua mui pequena margem de acção, não contribuindo para a solução da difícil situação política e económica do país.
Borrou a pintura toda e deu aos urubus militantes amplamente conhecidos e reconhecidos uma via verde para ampliar a intriga, a mentira, o ambiente de confronto verbal (por enquanto) e a maledicência.

Desceu muito Sr. Presidente. E demonstrou mais uma vez que ou Fernando Lima enganou os atoleimados e mal formados "jornalistas" do Público ou, o que seria pior ainda, foi invenção daquelas cabecinhas maldosas que "trabalham" naquele jornal.

Sempre gostava de saber o que será que o Sr. JMFernandes tem agora para inventar, que "análise inteligente" nascerá da sua massa cinzenta ou quando é que o Sr. Lima deixa o esconderijo de Belém, onde, à cautela cobardemente se esconde.

segunda-feira, setembro 28, 2009

Eleições Legislativas 2009!

Todos "ganharam"!
Todos cantaram vitória pela noite fora, desvalorizando os adversários um por um!

O que é engraçado é que quem teve mais votos, o PS com 36,6%, para além de perder a maioria absoluta, vê-se na contingência de atravessar uma fase governamental extremamente complicada.

Vai pagar caro, muito caro os acordos que terá de fazer com o CDS para a obtenção de uma maioria, assim como pontualmente com o Bloko. E a partir de agora, não vão deixar de aparecer uns urubus costumeiros para atacar traiçoeiramente Sócrates e sua futura equipa governamental (como foi costume antes e durante a campanha).

Mas passando à frente.
Temos que o PSD foi, como seria de esperar, um fiasco; 29.9%. Manuela Ferreira Leite não conseguiu fazer passar a sua mensagem, pecando por embandeirar e fazer parte da campanha anti Socrática que uns quantos cabotinos, chegados e apoderados do seu partido engendraram de modo rasteiro, infame e de uma imbecilidade sem limites.

O CDS!! Sim senhor, 10.5%. Este, tenho de dar a mão à palmatória.
Subiu "à conta" (do PSD claro), mas subiu e de que maneira.
Ainda hoje o Paulinho deve andar com a cabeça em ferida por coça-la, perguntando como foi possível aquele target!
Sim senhora. A fase seguinte será fazer-se de caro e cobrar ao PS a aprovação em Assembleia de uns quantos diplomas legislativos a começar pelo maldito Orçamento Geral do Estado.
É que nesta vida tudo tem o seu preço!

O Bloko. Soube bem mas com um travo amargo no fim, 9.8%.
Não lhe vai servir de muito pois não acredito que o PS os considere numa evntual coligação.
Pontualmente terá sempre uma palavra a dizer, mas como já vem sendo costume Francisco Louçã vai continuar ser o necessário e sempre oportuno Infant Terrible da Assembleia, chamando os bois pelos seus próprios e mediáticos nomes.

Finalmente a CDU-PEV, a sempre vencedora que aumenta a sua votação, sobe em termos percentuais (7.9%) mas fica em,........ultimo, da primeira divisão dos partidos nacionais com representação na Assembleia.
Pouco haverá a dizer desta coligação de militantes fidelíssimos, lutadores e sempre disponíveis para o apoio, dedicação e respeito partidário (coisa rara neste País em tudo quanto mais na política).
A CDU merecia realmente mais atenção dos Portugueses.
A questão é que sem ovos não se fazem omeletes e, embora me custe dizer, não será com o bondoso e simpático Camarada Jerónimo que se vai aumentar e alegrar as hostes comunistas.
Os que existem, embora muito bons, não chegam.
Seriam necessários muitos mais.

Finalmente a vergonha Nacional que é a abstenção.
Cerca de 40%.
É realmente uma infame vergonha que existam milhares de indivíduos que se abstenham do seu próprio direito cívico.
É humilhante para um País onde durante quarenta anos nem se podia sequer falar de votos ou de democracia que exista uma massa amorfa, estúpida e balofamente acomodada que não tenha um pingo de senso e discernimento, para fazer valer os seus direitos.

Nem que fosse voto em branco, rasgado, com uma cruz enorme ou um obsceno desenho, ou um palavrão, mas que fossem votar.
Gente assim, não tem moral nenhuma para contestar seja o que for, nem é digna ou credora do respeito de todos aqueles, novos e velhos que votaram!

Infelizmente tenho que dar razão ao João Jardim da Madeira por uma coisa; este País realmente "endoidou", não pela vitória de Sócrates ou pelas "vitórias" dos outros partidos, mas pela irresponsabilidade de uns quantos girinos que mal ou bem, vão receber as benesses dos que foram votar!
Se tiverem vergonha na cara, depois não se queixem se não gostarem!

sábado, setembro 26, 2009

Votem!



Votem!
Votem por favor.

Não deveria ser necessário pedir “por favor” se houvesse um pouco de bom senso e respeito por uma conquista adquirida no 25 de Abril de 1974 e que custou tanto a Portugal e aos Portugueses.

Bem sei que Portugal é hoje um país sem princípios, sem educação, iletrado e sem respeito pela sua História e seu passado.
Mas respeite-se ao menos quem defendeu com a própria vida, degredo, prisão e humilhação o direito ao sagrado dever da democracia; o voto, o poder escolher bem ou mal quem nos representa na Assembleia da República.

Vote-se, seja quem for aquele que em princípio nos dá mais garantias de uma vida melhor;
- o PS de Sócrates que embora sujeito aos maiores atentados, sabotagens e traições por parte de uma oposição e de uma comunicação social maldosa, e cega, tantos problemas nos criou na ultima legislatura,
- o PSD que nada de novo nos dará a não ser uma indefinição política aterradora misturada com o atraso grunho e bimbo a que nos tem habituado,
- num Bloco que nos garantirá a aventura do desconhecido e uma entropia que poderá levar-nos ao desastre político,
- numa CDU sempre criticada injustamente e nunca aceite no seio das máfias políticas do centrão,
- num CDS de uma direita jamais assumida como tal e por isso ainda envergonhada da sua filosofia de vida,
- em qualquer outro partido concorrente mas injustamente sem qualquer direito de acesso ao estrelato político dos auto denominados partidos principais,
- ou vote em branco,
Mas votem.

Demonstrem o que vos vai na alma, o que querem para a nova Legislatura, nem que seja mandar à merda este tipo de regime que tão mau tem sido para todos nós, mas ao mesmo tempo tão bom que nos permite dizer aquilo que queremos mesmo que não nos liguem!

Amanhã 27 de Setembro de 2009 é dia de todos votarem.
Votem por favor!

quarta-feira, setembro 23, 2009

Kalashnikov, Ya liubliu vass


Vai fechar a fábrica original na Rússia???
Que pena!!!
Agora só cópias.
Nada igual às belas qualidades do original! Fácil de manusear, levíssima,…….certeira. Sem espinhas!
De qualquer maneira, mesmo cópia, será sempre uma Kalashnikov, uma AH47, uma Costureirinha, de quem me apaixonei a sério quando estive na Guiné em 1973 (raptada num assalto a um aquartelamento do PAIGC) e que me dava um prazer enorme usá-la.
Chamei-a Natasha. Era a minha Natasha, inseparável até ao dia em que me vim embora para esta auto denominada Metrópole (?).

Que saudades tenho da Natasha companheiros meus!!
Quem me dera te-la aqui comigo (claro que isto são só devaneios, .......ou não?)!

Quem com ferros mata,................!

Un escándalo debilita las opciones de la candidata conservadora portuguesa
Destituido un asesor presidencial por filtrar acusaciones falsas contra Sócrates


El País online de 23 de Setembro de 2009

Quem com ferro mata com ferros há-de morrer, mais tarde ou mais cedo.
É tudo uma questão de tempo.


Passou fronteiras a "cavalada" do PSD consubstanciada pela asneirada habitual do diário Público (ou do seu nefando director).

Das duas uma, ou o presidente pirou de vez, ou escolheu um mal menor ao colocar uma casca de banana nos pezinhos de Manuela Ferreira Leite, para dar assim uma chance complementar ao Sócrates e seguir em frente com aquilo que faz falta ao País mas que muita gentinha não gosta; MUDANÇA!!!

É normal; tudo o que sejam mudanças faz doer muito e obriga a levantar o dito da cadeira e a abater umas gorduras.

Faz bem de vez em quando estremecer ou empurrar a malta para que não se habitue ao nosso típico e internacionalmente reconhecido marasmo lusitano.

domingo, setembro 20, 2009

Arruada!?


Arruada!!
Arruada, termo tão feio.
Arruada para aqui, arruada para ali!
Termo feio, termo tuga como tuga foi seguramente quem o inventou!
Termo de profunda e obscena estupidez!
Termo tão utilizado a belo prazer por uma classe que cada vez mais resvala para o esterco de uma linguística feita de momento, sem bases, sem sentido, sem verdade, sem nada: os media!

Quem trata assim a sua língua não merece sequer respeito como profissional!

Será assim tão difícil dizer manifestação de rua?
Será assim tão difícil dizer concentração de rua?

Não, escolhe-se o que dá menos trabalho; opta-se pela aldrabice e pela asneira. É a sublimação da estupidez generalizada!

sábado, setembro 19, 2009

De 27º para 30º!!

Mais uma descida!!
Já nos estamos a habituar! De 27º em 2008 para 30º em 2009.

Esta é a nova posição de Portugal no ranking Mundial de Competitividade Económica (45,3 pontos).

Uma análise feita a 66 países em todo o Mundo pelo Economist Intelligence Unit, coloca-nos a meio da tabela, ultrapassados pelo Chile (já não é para admirar) e pela República Checa!
Aconselhamento para o desenvolvimento de profissões de tecnologia de ponta são ali referidos por mais de uma vez (ver relatório da tradução portuguesa para o Brasil, já que pouca gente cá do burgo se interessa por isto).

Por cá continuamos a virar as costas ao aumento e diversificação da indústria, ou seja produzir algo.
Só assim é que o País poderá ascender neste ranking mundial e gerar riqueza.

Mas não, continuamos a "dedicar-nos" às tretas das Humanistas e a fugirmos da matemática como o diabo foge da cruz.
Pronto, eis aqui o resultado dessa estúpida opção!

Homem pequenino



Pessoa a evitar, mas tê-lo sempre à vista, tal é o senhor que dá pelo nome de José Manuel Fernandes, director (???) de um jornal de referência em tempos idos e transformado hoje num dos principais núcleos de maldicência e da mentira.
Jornal que leio desde o primeiro número. Portanto sei do que estou a falar.

JMF representa tudo o que de pior e terrorista existe no submundo do “jornalismo” e da Comunicação Social em geral.

Há muito que contesto neste meu blogg, em comentários nos diversos jornais portugueses e ao provedor do leitor do Público, os atentados de jornalismo terrorista que este senhor protagoniza.

Desde Sócrates, à guerra no Irak, à presumível e desejada (por ele, claro) invasão ao Irão, ao apoio à criminosa invasão de Israel a Ghaza e outras tantas canalhices humanas de que este senhor se gosta de alimentar.

Neste novo caso das virtuais escutas no palácio de Belém, a campanha, à là longue, contra o 1º Ministro Sócrates, entre outras "cacetadas" travestidas de comentário de que é autor, tem sido a mina traiçoeira que tenta utilizar por todos os meios para reverter o sentido de voto popular nas eleições Legislativas de Setembro de 2009.

Mente, inventa, denigre a imagem de pessoas (não só do Sócrates) e leva um jornal de eleição para um dos níveis mais baixos de que alguma vez chegou a estar.
Consegue sujar ainda mais o nome de uma classe que já pouco de higiénico transporta neste momento!

É gente desta, sem escrúpulo algum e utilizando todos os meios e golpes baixos que tudo fará para até 28 de Setembro encontrar um modo de piratiar o resultado eleitoral e rejubilar com o envio de todo um País de volta para a canalhice, a grunhice, a pulhice, a bimbalhice e acima de tudo, a estupidez já bem latente no nosso meio e modo de ser.

Oxalá que este indivíduo não chegue a atingir os seus fins.
Oxalá eu consiga respirar fundo em 29 de Setembro!

quarta-feira, setembro 16, 2009

Rumi Poem



Rumi Poem for all who love life!

I died from mineral and became a plant
And from plant I died and became animal
I died from animal and became man
Then why fear disappearance through death?

Next time I shall die
Bringing fourth wings and feathers like angels;
After that, soaring higher than angels
What you cannot imagine
I shall be that.

Rumi

O lindinho!


Aqui está ele mais uma vez como Presidente da Comissão Europeia por mais cinco anos.
Não havia mais ninguém para andar em frente (???) com um projecto duvidoso, de uma Comissão medíocre e uma "Europa" virtual e imaginária.


Cada vez mais sem poder ou peso político e económico num mundo globalizado, onde felizmente outros pólos de pujança política e económica aparecem, cá vamos nós europeus continuar com a ideia de que ainda somos o epicentro de uma civilização que por razões de culpa própria cristalizou, congelou, emperrou!
Não há ninguém com ideias novas. Por isso cá vamos levar com o Lindinho!

A roda do tempo é assim. Não perdoa erros.
Europeus grandes ontem (e maus também).
Europeus em queda livre hoje e pequenos amanhã.