"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

quarta-feira, outubro 29, 2008

Só se sabem lastimar,.......



Se não se aumentam os ordenados mínimos, desanca-se no Governo.
Se se propõem um aumento de apenas €26 mensais, para atingir os €455 (e aproximar-mo-nos dos mínimos europeus, embora aquém da Grécia e da Espanha), há que continuar a desancar no Governo.
Realmente só em Portugal se poderia inventar a fábula do homem, do rapaz e do burro.

Nada está bem a contento desta gente.
Não existe respeito, apoio, tolerância ou condescendência para quem leva para casa cerca de 90 contos por mês (falando em escudos).
Nem se quer um pouco de compaixão ou desconforto, ao saber-se que existem pessoas que por mês recebem o que equivale ao consumo mensal dos telemóveis de muitos "senhores empresários" que agora berram aos quatro ventos não poderem pagar um salário acordado nas reuniões de concertação social.
Esqueceram-se que eles e só eles são responsáveis pela crise económica que se atravessa neste momento.

Nada se perdoa aos desgraçados que recebem o salário mínimo.
Mas aqueles que pilham mensalmente os seus "escravos", mentem nas declarações às Finanças, boicotam, sabotam a economia do País, "chupam" e "mamam" das ajudas do Estado, para depois dizerem cobras e lagartos, afirmando arrogantemente aquela máxima "inteligente" e de quem mais nada tem para dizer que "é o mercado a funcionar", esses querem ter toda a compreensão deste mundo.
Óh País este que trata tão mal a maioria dos seus filhos!
Será que em Portugal e ao fim de tanto tempo, de tantas crises que se atravessaram, não se merece uma sociedade mais equilibrada?
Será que isto não poderia dar para todos??

1 comentário:

Luis disse...

Estou a ficar preocupado, concordo contigo na generalidade, será que estou a virar "fóssil".
Abraço