"SE NÃO MORRERMOS BOMBARDEADOS PELAS CONSTANTES MENTIRAS DOS MEDIA, VAMOS MORRER NA IGNORÂNCIA DOS QUE OS ALIMENTAM".

segunda-feira, março 27, 2006

Sofá para a IC19




Não queria acreditar mas é verdade. Ao princípio fiquei estupfacto, depois alarmado e finalmente revoltado.
Lembrei-me de uma qualquer estrada num país africano em que se vê o pessoal a estender a fruta no alcatrão, ou então aquele barbeiro que num separador de uma autoestrada na India executa cuidadosamente o seu trabalho de aparar a barba a um paciente que, como a maior das naturalidades lê simultaneamente o jornal!
Pois é! Em plena IC19, a meio da faixa de rodagem, um sofá esquecido permanecia indiferente aos automobilistas que naquela via lutam pela vida diariamente!!!!

Estamos mesmo num país do terceiro mundo. E cheguei eu até aos 57 anos de idade, conhecendo aquilo que conheço para me entristecer ainda mais com o facto de pertencer a esta tugaria. Somos Portugueses, feios, porcos e muito mas mesmo muito maus!!
P´ró diabo com isto tudo!

2 comentários:

Catarina Morgado disse...

O que o Sr Guilherme Morgado quer exprimir com o seu estado raivoso é que os sofás são para estar em casa e para nós, seres humanos, nos sentar-mos a relaxar, seja à frente da televisão, com o nariz dentro do jornal ou, o meu preferido, a dormir!!!

Não vejo que IC 19 seja uma opção...ainda mais sendo uma das estradas mais movimentadas da Europa..

Estou a imaginar a cena...
" - Querido, nós não tinhamos trazido um sofá no tejadilho do carro!?"
" - Olha, agora que falas nisso...acho que sim..Ele há coisas!!";
" - Paciência, são coisas que acontecem! Vamos mas é tomar um café..."
" - Boa ideia! E depois pudemos ir comprar mais um sofá, mas não vamos pela IC19 porque houve uma besta qualquer que decidiu encravar o trânsito!!"

UTokLismo disse...

É deveras extraordinário um sofá em plena IC19!!!, espero que o Sr. Morgado como cidadão exemplar que não duvido seja, tenha tido o bom senso de no minimo o ter deslocado para uma das bermas, ou ter contactado de imediato as entidades responsáveis. Caso o não tenha feito tambem pertence à categoria dos adjectivados por si.
Julgo que a Catarina mostra muito mais bom senso, mesmo que eu não concorde com a expressão "...estado raivoso...", talvez um pouco enervado fosse mais apropriado. Um abraço de um "TUGA".